segunda-feira, 29 de junho de 2015

Perdendo a paciência...

Se vc é contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo, eu respeito a sua opinião. Logo, respeite a minha.

Se vc é a favor do casamento entre pessoas do mesmo sexo, mas acha bobagem colocar uma foto colorida no facebook, não coloque no seu, mas respeite meu direito de colocar no meu.

Se vc acha uma causa boba lutar contra a homofobia e prefere combater a fome no mundo, vá fazer isso e não incomode quem quer lutar pela causa que acha importante.

Se vc acha que todas as pessoas têm a obrigação de ser a favor do casamento entre pessoas do mesmo sexo, vc não é muito melhor que aquele que quer me convencer que não posso defender esta causa, então, aprenda a defender sua causa sem agredir os outros.

Se vc acha que sou ateia pq defendo o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo, vc está precisando ler melhor umas passagens da bíblia sobre amar o próximo, ser indulgente para com os outros e rigoroso consigo mesmo, entre diversas outras.

Se vc acha que sou intolerante ou burra pq sou cristã e muito religiosa, vc não sabe nada sobre religião e deveria estudar e usar um pouco seu cérebro antes de falar besteira.

E, por fim, se vc não gostou do fato de eu mudar minha fotinho de perfil, deixando ela adoravelmente colorida e, dessa forma, deixar claro meu apoio à homoafetividade, guarde isso pra vc e vá arrumar um tanque de roupa suja pra lavar. Ah e se vc acha que sou gay pq apoio o combate à homofobia, sinceramente, não estou nem um pouco preocupada.

domingo, 28 de junho de 2015

Mais uma receitinha para experimentar

Domingo sem plantão é dia de gostosuras aqui em casa. Hoje, o café da tarde teve waffle com o chocolate quente delícia do qual eu já falei e dei a receita aqui no blog.




Bom, no de hoje, como a TPM estava mais grave, resolvi colocar 4 colheres de achocolatado, ou seja, uma a mais que a receita original. Ficou ótimo, um pouco mais escurinho que o último que fiz. Olha a foto aí do lado.






O waffle foi a primeira vez que fiz, e, como não sou egoísta, vou deixar a receita de barbada pra vocês. O resultado está ao lado. Quero frisar que a ideia aqui é  é justamente mostrar que você pode fazer umas coisinhas deliciosas em casa, mesmo que não tenha todos os artefatos fabulosos que inicialmente seriam necessários. Eu, por exemplo, fiz meu waffle na sanduicheira. Simples e rápido, embora ele não tenha ficado lindo, mas garanto que ficou muito gostoso. :)

Ingredientes:
(4 unidades)

2 xícaras (chá) de farinha de trigo
2 colher (sopa) de açúcar
2 colheres (chá) de fermento em pó
1/2 colher (chá) de sal
2 colheres de maisena (amido de milho)
2 ovos batidos
3 colheres (sopa) de manteiga sem sal derretida
1 de xícara (chá) de leite
1 colher (chá) de essência de baunilha

Preparo:
Misture a farinha de trigo, o açúcar, o amido, o fermento e o sal e reserve. Em outro recipiente misture os ovos batidos com o leite, a manteiga derretida e a essência de baunilha. Despeje sobre a mistura de farinha e rapidamente incorpore os ingredientes

Aqueça a sanduicheira ou o aparelho para waffles. Eu untei a sanduicheira com um pouquinho de margarina, pra ficar mais fácil de soltar. Para facilitar, coloquei a massa numa jarra de suco e fui despejando devagar até encher a forma da sanduicheira. Também dá pra colocar em uma concha e espalhar. Feche a tampa e deixe assar até a massa ficar bem dourada.


quinta-feira, 25 de junho de 2015

O Animal e o Humano

    Foto: Lennette Newell

Existe a teoria de que o homem, por trás de suas boas maneiras à mesa e sua suposta civilidade, esconde um animal, que age só por instintos, que é amoral e tem os desejos mais obscuros. Por medo deste ser irracional armazenado em nosso interior, viveríamos sob uma fachada de decência e princípios.

Mas será mesmo? Qual é a grande mudança que representa assumir este “animal” interior? Simplesmente voltaríamos então aos, já conhecidos por nossos ancestrais, tempos das cavernas, onde agiríamos por instintos, vivendo sob a lei do mais forte.

Claro que isso seria o fim de nossa tão bela (bela mesmo?) sociedade organizada, mas o que me pergunto é, se chegamos a esta sociedade, se ganhamos sentimentos, razão e ocorreu toda essa evolução na espécie humana, será que tudo isso foi apenas uma brincadeira do Criador e o certo mesmo é regredir ao passado?


Tenho uma outra teoria. O desconhecido é sempre o que causa medo. Não tememos o que já conhecemos. E, seja por uma memória registrada em genes, seja pela teoria das vidas passadas, já conhecemos aquela época das cavernas. O que não conhecemos é um mundo onde as pessoas se deixem reger por seus sentimentos, e possam se utilizar da razão para ponderar isso.Não
conhecemos um mundo onde chorar não seja considerado fraqueza (a não ser que seja de alegria), onde falar a verdade não represente criar inimizades, onde as diferenças sociais, políticas, ideológicas e religiosas sejam respeitadas. Não conhecemos um mundo no qual as pessoas tenham o verdadeiro hábito de pensar no outro e evitar magoá-lo por uma bobagem.

Não conhecemos o mundo sem egoísmo, sem individualismo. Não conhecemos um mundo no qual um mendigo possa entrar no shopping sem causar alvoroço (será ele menos gente que a gente??), não conhecemos um mundo no qual seja natural que alguém, tendo tanto dinheiro que não poderá gastar em uma vida, compartilhe dele com os outros menos favorecidos sem se tornar um às da piedade (não seria um ato normal dar aquilo que nem vou usar?). 

Não conhecemos um mundo no qual não se tenha medo de dizer: eu te amo e me comprometo em tentar fazer tudo que puder pra que você seja feliz. Aliás, não conhecemos um mundo no qual possamos nos comprometer sem ficar sempre com receio de estar perdendo a liberdade. Só que a verdade é que não conhecemos a liberdade.

Nesse sentido, acredito que escondemos não nosso “animal” interno, mas sim nosso humano interno. Afinal de contas, tendo estes dois lados, qual deles é o frágil, o passível de arrependimento, de lágrimas, o que pode ser magoado pelo outro?

Porque esconderíamos um lado que pode viver por si só, sem necessidade do outro? Temos medo sim é do “humano”, aquele que ama, odeia, ri e chora, que depende de amigos, amores, e família para ser feliz. Temos medo desse ser que necessita de carinho, de elogios, de apoio, e que também pode dar tudo isso, mas teme que o outro não queira receber. Ainda não sabemos como viver em um mundo onde todos estarão interligados pela sua condição humana, onde a dor de um semelhante é minha
também, onde o pobre não é diferente do rico, o negro é igual ao branco, o católico é tão bom quando o muçulmano. E eu acredito, com todas as minhas forças, que é para este mundo que estamos evoluindo. Mas temos que deixar de ter medo.

Não estou defendendo que as pessoas se apeguem a uma falsa moral, que trancafiem seus desejos, que sejam puritanos metidos a bonzinhos, que se confessam e deem esmolas em esquinas. Nada disso. Estou aqui defendendo que se pondere os desejos com a razão para avaliar suas consequências. Que cada um possa determinar os seus valores, mas com base nos seus mais nobres sentimentos e não em seus instintos. Que as pessoas não esqueçam que certamente existe uma força maior que nos orienta e que percebam que aquele cara que está atrapalhando o seu caminho atirado na calçada é sim um ser humano. Nasceu sem nada, como todos nós, e vai virar pó um dia, também como todos nós. A real é que ninguém tem nada nessa vida, a não ser aquilo que leva dentro de si.

E, entre Freud e Gandhi, fico com o segundo e assino embaixo dessas palavras:

“Minha fé mais profunda é que podemos mudar o mundo pela verdade e pelo amor”.

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Café colonial aprovado!

Na sexta-feira eu fui conhecer mais uma atração gastronômica de Tubarão, que, apesar de ficar ao lado da minha casa, eu ainda não tinha experimentado: o café colonial da Dama Doce. Pra dar um parecer inicial bem sincero, eu achei uma delícia.

Como gaúcha que sou, minha visão de café colonial é sempre associada a muita comida passando enlouquecidamente pra todo lado, desde salgadinhos até linguiça cozida, bolos, pães tortas, além, claro, de vinho, suco, café, chá. Enfim, uma orgia gastronômica. E é claro que os cafés coloniais de Gramado, Nova Petrópolis e outros locais que já estive, especialmente na Serra Gaúcha, não são baratos e você nunca vai conseguir comer tudo.

Quero deixar bem claro que, ainda assim, sou mega fã desses cafés coloniais gaúchos, que são maravilhosos.

O café que tomei na Dama Doce, porém, me parece ter outro conceito, mas que eu achei igualmente bom. É um café mais comedido, com preço mais acessível. Tudo que experimentei, porém, é extremamente bem feito, novinho e muito gostoso.

Não se trata de um café que é servido na mesa, como nos da Serra Gaúcha, mas sim de um buffet, o que é interessante porque, se você  não for olho grande, vai pegar aquilo que vai comer. Pode até deixar alguma coisinha que não conseguiu socar na barriga, mas vai desperdiçar bem menos, o que possivelmente faz com que eles consigam fazer um preço melhor, além de ser mais socialmente responsável, já que ainda existe fome no mundo, né meu povo.

Este é um ponto: achei o preço super justo: R$ 25 livre. Tem também a opção a peso, pra quem quer, por exemplo, saborear apenas uma torta ou algo específico, mas não pretende comer de tudo. Achei um preço bem bacana e espero que o sucesso não faça ele aumentar até ficar inviável.
Sim, porque o local estava cheio, bombando. Assim que uma mesa ficava livre lá estava outro grupo pra tomar conta rapidinho.

Mas, enfim, vamos à comida, que é o que nos interessa. O buffet tem salgados e doces, claro, sendo que os salgados incluem tortas salgadas que achei muito boas (as que experimentei). Uma delas me chamou atenção – a cuca de camarão
. Eu não pude experimentar porque sou alérgica a frutos do mar, mas achei diferente e o pessoal que estava comigo provou e aprovou. Eu amei uma torta folhada de carne seca e a torta de legumes.

Os salgadinhos – coxinhas, bolinha de queijo, cachorrinho, etc – estavam bem novinhos e gostosos, então foram super aprovados. Também tinha mini-hambúrguer, que eu achei bem gostoso.

Pra mim, o que deixou um pouco a desejar foi a parte de frios e pães. Embora tenha opções de queijos, frios e pães, achei um pouco pobre. Creio que porque, pra mim, café colonial inclui produto colonial, e quando penso nisso logo me vem à mente vários tipos de queijos, salames, linguiças e pães, então achei que poderia ter um pouquinho mais de variedade nessa parte.

Já em relação aos doces, eu apreciei demais! Bom, tem opções de bolos, mas eu confesso que vendo uma série de tortas maravilhosas na minha frente, passei batida pelos bolinhos e me joguei na torta Kinder, na de dois amores (ou casadinho), uma das minhas favoritas, mas, especialmente na torta de paçoca, que foi a grande campeã de todo o café pra mim. Só por ela já valeu a pena, pois é muito bem feita, macia, deliciosa, e será a torta do meu próximo aniversário, se eu ainda andar por Tubarão.


Eu gostaria de ter provado os docinhos também, mas não deu. Juro. Quem me conhece sabe que eu como e como mesmo. Não sou de fazer grau. Mas os docinhos não couberam e vão ficar pra próxima, porque pretendo voltar com certeza.


O Café Colonial da Dama Doce funciona de segunda a sábado, das 15h às 20h, com opção livre ou a quilo e tem suco e café inclusos. 

domingo, 21 de junho de 2015

O vício do costume

O ser humano se acostuma com tudo...

Nós nos acostumamos com o frio, o calor, com comidas das quais não gostamos, com músicas que não apreciamos, com mentiras, tão repetidas, que pensamos ser verdade. Nós nos acostumamos com sapatos desconfortáveis que estão na moda, com regras de etiqueta que não dizem nada, com um tom de voz moderado, mesmo quando queremos gritar de emoção.

É realmente incrível, mas nós nos acostumamos a passar depressa e não reparar nos tons do céu ao final do dia. Nos acostumamos a comer depressa e não sentir o gosto da comida. Nos acostumamos a sair depressa e não abraçar nossa família.

Nos acostumamos a viver como prisioneiros para fugir da violência, em vez de tentar descobrir suas causas. Nos acostumamos a rir da roubalheira dos políticos em vez de repensar o sistema em que vivemos. Nos acostumamos com injustiça e desigualdade em vez de lutar por nossos direitos.

É impressionante a quantidade de coisas com as quais nos acostumamos. Nos acostumamos a não chorar quando queremos porque “não pega bem”. Nos acostumamos a não beijar as pessoas porque não somos sentimentais. Nos acostumamos a fingir que não amamos para mostrar que somos independentes. Nos acostumamos a esquecer o prazer de fazer o que gostamos para fazer o que
“dá dinheiro”. Nos acostumamos a ver coisas mal feitas e não tentar mudar porque “o mundo é assim”. Nos acostumamos a não dar tudo de nós porque um pouco está bom.

Entre tudo que nos acostumamos está a desumanização do homem. Nos acostumamos a passar por homens como nós jogados no chão, pedindo esmolas, e não olhar para eles. Nos acostumamos a pensar que o sentido da vida está em ter muito e não em ser melhor. Nos acostumamos a abandonar nossos sonhos porque “não podemos mudar o mundo”. Nos acostumamos a sermos cruéis e

pensar que somos sensatos. Nos acostumamos a passar pela vida sem descobrir seu sentido.


terça-feira, 16 de junho de 2015

Reflexões de uma solteira


Como este blog nasceu como um espaço feminino sobre relacionamentos e com base nos temas das crônicas e contos que são autorais aqui no Resenhas Femininas, teve gente me cobrando porque eu não fiz um post falando sobre estar solteira no Dia dos Namorados.

Compreendo a expectativa, afinal eu sempre falo muito sobre o tema "solteirice", porque foi realmente na "solteirice" que fiz meu PDH, depois evidentemente do doutorado em relacionamentos de naturezas diversas (não estou falando de gênero aqui, mas sim de relacionamentos saudáveis, doentes, curtos, longos, divertidos, totalmente sem graça, sérios, abertos, etc e tal), meu mestrado em diferentes formas de encarar relacionamentos, minha pós em desespero pra casar e minha graduação em... bom essa foi em jornalismo mesmo.

As diversas nuances da  "solteirice" aparecem em muitos textos meus e, por diversas vezes, brinco com expressões e conceitos como estar encalhada, louca por um relacionamento, etc, etc, etc.

Agora, vamos a questão que não quer calar: afinal de contas, o que significa estar solteira para mim e na minha vida? E eu respondo, do alto do meu PDH no assunto: significa que estou solteira, ou seja, não estou casada.

“Ah, Liti, mas isso não diz nada”, dirão alguns. Eu digo, porém, que isso diz tudo.

Não ser casada significa que você é igual a uma pessoa casada, ou seja, uma pessoa, só que não está casada. E foi por isso que me recusei a fazer uma postagem sobre o que fazer se você está solteira no Dia dos Namorados, ou dicas para solteiras no Dia dos Namorados, ou como é horrível estar solteira no Dia dos Namorados.

Na verdade, é claro que brincamos com esse negócio de "solteirice" e tal, mas sério, nem você nem eu precisamos de dicas sobre Dia dos Namorados só porque não estamos com um namorado.

Sinceramente, eu não costumo me deprimir no Dia do Médico porque não sou médica. Eu costumo deixar pra me deprimir no Dia do Jornalista mesmo (brincadeirinha).

Eu não preciso de dicas nem de consolo sobre o Dia dos Namorados porque esse dia é pra passar com namorados, praqueles que têm namorados, claro. Eu não preciso correr atrás de um paquera aleatório qualquer pra passar o Dia dos Namorados, pelo amor de Deus!

Eu não preciso que ninguém me diga que eu posso sair com as minhas amigas, simplesmente porque eu posso sair com elas todos os dias que eu quiser, porque não poderia no Dia dos Namorados?

Eu não preciso que ninguém me diga que eu posso comprar um presente pra mim mesma porque sou uma mulher independente e posso comprar o que quiser sempre, desde que caiba no meu orçamento, não preciso me endividar pra me sentir melhor no Dia dos Namorados.

Também não preciso que me digam que eu posso fazer coisas óbvias, que posso fazer todos os dias da minha vida, como ver um filme, fazer maratona de séries, sair pra dançar, conversar ou paquerar, ficar em casa e me empanturrar de doces, etc, etc, etc.

Outra coisa que não preciso é de consolo (não leve pro lado sexual, sua mente poluída) por estar solteira no Dia dos Namorados. Ninguém precisa ouvir que estar solteira no Dia dos Namorados não tem nada demais, não é um problema, etc, etc, etc. Isso é uma obviedade!

Gente,  no momento em que escrevo essas palavras morre uma pessoa de câncer ou alguma outra doença crônica, morre uma criança de desnutrição, uma mãe fica sem o filho nos braços por algum motivo qualquer, alguém descobre que tem uma doença fatal, uma pessoa é internada, outra chora de fome, outra sente frio, outra termina um relacionamento de forma ruim, outra perde o emprego, um pai pensa em como vai pagar as contas naquele mês.

O mundo está cheio de sofrimento. Se você deseja confortar alguém, certamente nos seus próprios círculos de convivência não faltarão pessoas sofrendo. Se você deseja se ocupar ajudando alguém vá fazer trabalho voluntário.

Então, a coisa que eu menos preciso no Dia dos Namorados é parar pra escrever um texto pra dizer essas obviedades para minhas espertas e inteligentes leitoras. Por isso não escrevi um post sobre estar solteira no Dia dos Namorados porque você não é uma vítima, se está solteira no Dia dos Namorados, ou em qualquer dia da sua vida. Você apenas não está namorando ou casada, neste momento. O que tem de errado nisso?

"Ah,Liti, mas eu quero muito ter alguém." Por mais estranha que essa expressão me pareça, eu entendo que é apenas uma forma de dizer que você quer ter um companheiro, alguém pra dividir a vida, os problemas, as alegrias, alguém pra dormir abraçadinho, alguém pra sair, viajar, fazer planos de um futuro juntos. Beleza. Eu também desejo isso. Não há mal nenhum. Mas o que o Dia dos Namorados tem a ver com isso?

Em qualquer dia, seja dos namorados ou do índio, nós vamos apenas seguir nossas vidas,  vivendo, sendo alegres as vezes, tristes as vezes, tendo TPM ou não, e com os olhos abertos para as possibilidades desse companheiro aparecer por aí. Cada uma do seu jeito. Umas mais afim de procurar, outras mais afim que ele bata na porta, outras deixando rolar. Mas, o mais importante, sem culpa, sem medo, sem vitimização.

Essa vitimização da mulher solteira é puríssima imbecilidade de uma sociedade que vê a mulher como uma parideira. Mas se alguém se incomoda com a sua "solteirice", deixe que se incomodem. É uma problema da pessoa que se incomoda não seu, entende? Você já tem problema demais pra se preocupar com o que o outro pensa sobre você. O que ele pensa é um problema dele. Cuide dos seus pensamentos e verá que é muito mais proveitoso. Analise o que você pensa sobre estar solteira, se isso te incomoda e porque te incomoda.

Da mesma forma, o oposto da vitimização também pode ser perigoso. Sabe aquela coisa de eu sou solteira, amo, faço o que quero e sou foda, pego todo mundo, apronto, sou “uma mulher fatal”?

Bom, se essa é uma opção real de vida que faz feliz a esta pessoa, ok. No problem. Mas vendo isso repetido como uma inversão do “sou solteira meu Deus o que fazer”, acho perigoso e até mesmo igualmente bobo.

Isso porque você não precisa ser fodona. Você precisa ser feliz. Então, que tal primeiro se conhecer e saber o que realmente te faz feliz?

No dia que você simplesmente tiver esse conhecimento, minha amiga, nada nesse mundo vai poder te segurar. Nem mesmo o Dia dos Namorados vai te deixar triste. Isso porque nunca, mas nunquinha, a felicidade vai envolver apenas de um relacionamento.

Um relacionamento vai ser uma parte disso tudo. Mas você vai viver fazendo as coisas que te fazem feliz. Pode ser desde voluntariado até aprender tricô, ir pra aula de dança ou se voltar pra religião, estar mais com os amigos e família ou ter mais tempo pra ficar com você mesma, curtindo a sua companhia. Coisas que te fazem feliz independentemente de você ter ou não um relacionamento.

E por hoje, vamos ser feliz???


domingo, 14 de junho de 2015

Um pouco de poesia



Lembrando que este blog tem um pouco de tudo, um pouco de poesia para uma noite de domingo.



Tudo

Eu não sou da noite
Eu sou do dia e é as claras que eu vivo muito

Eu não sou da modéstia,
Eu sou do exagero e é aos goles largos que eu sinto o mundo

Eu não sou da segurança,
Eu amo a liberdade e a liberdade me faz segura

Eu não sou das coisas elaboradas,
Eu gosto da simplicidade e o que é simples me fascina

Eu não sou do amor,
O amor é meu e é amando que eu conheço a vida

Eu não sou da matéria,
Eu vivo nas ideias e a imaginação é o meu impulso

Eu não sou do muito,

Eu sou do pouco e de pouco em pouco, eu tenho tudo.


sábado, 13 de junho de 2015

Chocolate quente tudo de bom

E nesse frio, nada melhor do que um chocolate quente, né? Ah, tá bom, pode até ter coisa melhor, mas chocolate quente já está ótimooo pra hoje. Aqui em casa acabou de sair. Quer a receita testada e aprovada? Aí vai.


Resultado aqui em casa.


Chocolate quente cremoso:

Ingredientes:
2 xícaras (chá) de leite
1 colher (sopa) de amido de milho
3 colheres (sopa) de chocolate em pó
4 colheres (sopa) de açúcar
1/2 colher de chá de canela em pó ou uma canela em pau
1 caixinha de creme de leite

Como fazer:
No liquidificador, bater o leite e o amido com o chocolate em pó e o açúcar.
Despeje em uma caneca com a canela e leve ao fogo baixo, mexendo sempre até ferver.
Desligue, adicione o creme de leite devagar e mexa bem até ficar homogêneo.

Dispensável dizer pra servir quente. ;)

Coral Unisul faz apresentação gratuita hoje

Hoje em Tubarão rola mais um evento cultural gratuito. Combinando com o fim de semana dos apaixonados, já que ontem Dia dos Namorados, ou simplesmente para quem gosta de curtir boa música, o Coral Universitário da Unisul faz apresentação às 20h, no Espaço Integrado de Artes, conhecido carinhosamente como “Bolha”.

O espetáculo Amor em Canção conta com apresentações de grandes artistas e distribuição de brindes para a plateia e é aberto ao público. O tema dessa 13ª edição  do evento, que ocorre todos os anos, tem como tema “Coral Unisul 20 anos de amor à música: cada coralista, um solista”.

O repertório inclui músicas de diversos artistas, como Expresso Rural, Roupa Nova, Elis Regina, Alexandre Pires, Zizi Possi, Ivete Sangalo, Banda Eva, Mamonas Assassinas, Frenéticas e outros. Todas são interpretadas pelo coral e por solistas atuantes do grupo.


O coral da Unisul conta com 42 integrantes, regidos por Maria Miranda da Silva. Durante as apresentações ocorre ainda sorteio de brindes para a plateia, com o patrocínio de D’Maria estúdio de beleza, fisioterapia e estética, Rosa Cor Decorações, Yázigi, O Boticário e Farol Iluminação. Outras informações no telefone (48) 3621-3042.

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Os perfumes para toda forma de amor

Gente, foi quando o Boticário me enviou seu material para a imprensa com os produtos que estão sendo trabalhados para o Dia dos Namorados, que me dei conta de que fiz um post falando da campanha linda que eles fizeram, mas não falei nada dos produtos. Que injustiça, né? Corrigindo esse erro, ainda dá tempo dos namorados e namoradas mais atrasadinhos optarem pelos produtos do Boticário como presente.

Como a campanha nós já mostramos, conheça agora mais profundamente os produtos que nela foram divulgados.

Trata-se de uma linha chamada “Egeo 7 Tentações”, para casais ousarem com fragrâncias multigênero, ou seja, os produtos são para homens e mulheres. São sete fragrâncias cada uma batizada com uma tentação: Egeo Provoque, Egeo Atraia, Egeo Seduza, Egeo Devore, Egeo Agarre, Egeo Deseje e Egeo Desfrute.

As latas e os frascos de cada fragrância Egeo 7 Tentações têm  texturas e elementos gráficos distintos que remetem a cada proposta. Para trazer diferenciação entre as colônias foram acionados perfumistas nacionais e internacionais do time global da casa de fragrâncias Givaudan.  Envolventes e sedutoras, as famílias olfativas dos lançamentos variam entre oriental amadeirado, oriental frutal, amadeirado especiado, fougére ambarado e floriental gourmand.

“Egeo é marca que inspira a se permitir, aguçar a imaginação e
surpreender de forma gostosa e é exatamente essa a nossa proposta para o Dia dos Namorados”, explica Vanessa Schroeder, gerente de Gifts de O Boticário. “Queremos convidar todos os namorados, amantes, parceiros a se entregarem a todas as suas tentações, vivendo infinitas possibilidades”. A gerente ainda reforça que a coleção é extremamente limitada. “O consumidor tem que correr para encontrar sua tentação ideal!”, sugere. E aí, deu vontade de correr pra uma loja do Boticário? Então se joga! Até porque, também tem outras opções, como os kits bolados especialmente para o dia dos apaixonados. Ai, Ai!


Japa Delivery

Olá pessoas do meu Brasil e, no caso deste post, mais especificamente, de Tubarão. Resolvi falar sobre este assunto que hoje trato porque eu sou completamente apaixonada por comida japonesa.
Houve uma época remota da minha vida, por algum motivo obscuro (talvez pura jequisse, já aqueles pauzinhos – que eu sei que se chamam hashi – me assustam até hoje) em que eu pensava não gostar desta culinária. Isso desabou por terra há alguns anos, quando eu resolvi parar de me fazer de besta e simplesmente comer.

E então o amor se instalou entre mim e a comida japonesa, de forma definitiva. Quando eu morava em Salvador, não perdia uma oportunidade de comer “japa” (não entendam isso literalmente, por favor). Graças a Deus eu tinha uns parceiros fantásticos que compartilham da minha paixão, além de muitas opções de restaurantes japoneses e temakerias.

Aqui em Tubarão, além de não ter muita parceria pra apreciação da culinária japa, não tive muita sorte com as experiências nos locais que conheci. Vejam bem. Não estou dizendo que Tubarão não tem bons restaurantes japoneses, estou dizendo que não fui a muitos restaurantes japoneses, e, aqueles que fui, não achei grande coisa. Um deles foi uma decepção imensa, com um buffet salgado pra caramba e bem mixuruca.

Enfim, não quero falar das coisas ruins e sim das boas. Bom, na verdade, nesse caso, não vou poder opinar sobre a qualidade da comida, porque ainda não experimentei, mas ouvi bons relatos e gostei do estilo, já que se trata de um delivery. Afinal, pra quem é apaixonado por comida japa, um delivery é tipo ouro em pó.

Você chega em casa podre, descobre que não tem nada na geladeira, pensa que sua noite está péssima e então se lembra “Meu Deus! Que oportunidade pra ligar pro delivery de japa!”. E sua noite mudou repentinamente.

O Sushi do Chef funciona de segunda a sábado, das 19h às 22h, ou seja, é feito exatamente para
salvar noites durante a semana. Os pedidos são aceitos através do telefone ou whatsApp, veja quanta modernidade (48 96670697). As entregas levam de 40 a 50 minutos, e nosso chef ainda aceita todos os tipos de cartões, o que evidencia que ele pode salvar sua noite até mesmo no fim do mês, quando seu salário já era, mas sobrou aquele “limitizinho” no cartão de crédito.

O cardápio é bem variado desde os tradicionais aos mais elaborados como o Hot chef, o Dragon Roll - todos exclusividades do Sushi do Chef. E veja que ninguém precisa ficar de fora, já que têm as opções para vegetarianos, celíacos e, para os paladares mais exigentes, há os sushis Gourmet, criações exclusivas do chef.

Segundo Filipe Macalão, sushiman e proprietário do Sushi do Chef, a ideia de abrir um delivery
surgiu quando ele era chefe de cozinha de um restaurante Mexicano de Tubarão. “Observando o mercado notei a necessidade de algo mais elaborado para quem gosta de comer em casa, visando à qualidade e ao sabor, então me desliguei para me dedicar ao próprio negócio. No começo fazia pedidos por encomendas e eu mesmo entregava. Com o aumento da clientela e a solidificação do meu trabalho, tudo mudou, hoje tenho auxiliares e uma equipe de entrega”, conta o nosso empreendedor.

Aliás, ele teve ainda mais uma ideia bacana – os cursos de culinária japonesa. O curso é ministrado em Tubarão uma vez por mês, sempre aos domingos, das 13h30 às 17h30. "O curso é pioneiro na região Sul do Estado. Os participantes aprendem na prática as técnicas corretas de como se fazer sushi de qualidade. O investimento é de R$250, com todo material incluso e não é necessário levar nada, nem ter experiência em cozinha”, detalha Filipe.

Os alunos recebem certificado de participação, apostila, e a melhor parte: degustam e levam todos os sushis elaborados.   

PROGRAMAÇÃO DO CURSO:
Elaboração correta do arroz de sushi em panelas elétricas ou convencionais;
Tempero para o arroz;
Elaboração do sushi hot com receita exclusiva;
Técnica prática de limpeza do salmão e cortes específicos para cada tipo de sushi;
Técnica de corte e preparo de ingredientes para o sushi;
Elaboração prática do sushi uramaki, hossomaki, joy, temaki e niguiri;
Técnica prática de corte do Sashimi;
Salada sunomono especial (Salada de pepino japonês).

Tá ok, me babei só de ler esse programa. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail filipe_macalao@hotmail.com ou pelo facebook: sushidochefdelivery.


Bom, fica aí a dica pra quem quer curtir o Dia dos Namorados num jantarzinho romântico em casa. E também

pra quem quer ficar em casa, comer bem e esquecer essa porcaria de Dia dos Namorados. Aliás, acabou de me ocorrer uma farra oriental com as amigas. ;=)

segunda-feira, 8 de junho de 2015

Dia dos Namorados tá aí...

Dia dos Namorados tá chegando né gente. Triste, mas verdadeiro. E se você está aí toda contentinha (o), seja de namorado (a) novo (a) ou velho (a) mesmo, vou mostrar todo meu altruísmo e dar umas dicas de presentes e programações para curtir romanticamente.

Quem sabe vendo minha boa ação, papai do céu não se apieda de mim e me manda um namorado beeeem bom. Bom mesmo, porque de porcaria eu to mais entupida que criança na Páscoa.


Mas enfim, vamos aos presentes. Vou começar com um presente pra quem quer pegar leve. Se você ainda não está naquela fase (seja por falta de intimidade, seja por falta de grana mesmo) de dar um presente mega ultra super caro, uma lembrança delicada, simples, deliciosa e muito fofinha parte daqui mesmo de Tubarão City (sim eu moro em Tubarão), e foi especialmente desenvolvida pro Dia dos Namorados pelo Doce Menino Doce - Food Bike. É uma caixa lindinha cheia de delícias, e pra dar aquele clima, uma champanhe pra acompanhar. Dá uma olhadinha.



A Natura, marca que eu acho tudo de bom, também tem opções interessantes. Vamos a algumas.
Para as gatos presentearem os gatos:

Presente Natura Amó Esquenta Intenso – O lançamento da nova fragrância em versão intensa de Amó Esquenta traz uma combinação de frescor especiado com cardamomo e gengibre em contraste com o acorde sensual das notas de conhaque e madeiras. O presente vem com 1 desodorante colônia de 75 ml, embalado em uma sacola P masculina. R$ 78,30

Presente Natura Humor 2 – O presente de Humor 2 traz o desodorante colônia Humor 2 de 75ml e dois itens exclusivos da mesma fragrância para a Data: 1 gel para barbear 75g e 1 gel após barba 75g. Acompanha uma embalagem de presente sacola G masculina. Preço sugerido: R$ 94,80

Presente Natura #urbano – O presente #urbano vem com um grafite especial na arte dos produtos, feito pelo casal de grafiteiros Does e Dninja especialmente para o Dia dos Namorados. O presente é composto pelo desodorante colônia #urbano 100ml, 1 shampoo para cabelo e corpo 100ml e 1 gel fixador para cabelos 50g, todos em versão exclusiva para celebrar a Data. Acompanha ainda uma embalagem de presente G masculina. Preço sugerido: R$ 98,70

Presente Natura Kaiak Extremo – O presente Kaiak Extremo vem com o Desodorante colônia Kaiak 100ml e três itens exclusivos neste Dia dos Namorados: 1 mini colônia de 25ml, 1 shampoo para cabelo e corpo 100ml e 1 gel pós barba 75g, todos na fragrância do perfume que é sucesso de vendas.. Acompanha uma caixa como embalagem de presente. Preço sugerido: R$ 146,60

E pra quem tem dificuldade de escolher um presente pro gato (como eu sempre tive) e é mais descolada e prática, tem uma opção que é considerada um pouco fria por algumas pessoas, mas eu sinceramente ia amar ganhar, o Cartão Presente Natura. Só que além de ser descolada e prática, pra dar esse presente, infelizmente você tem que morar no Estado de São Paulo, já que a entrega só está disponível para lá. Tem as opções: Cartão Prata no valor de R$ 70,00 e Cartão Ouro no valor de R$ 120,00. O presenteado poderá escolher seus presentes no site do Cartão (www.natura.com.br/cartaopresente).

Para eles presentearem elas:

Presente Natura Tododia Sabonetes – São 12 mini sabonetes em barra puro vegetal cremosos sortidos de 25g cada, de fragrâncias de sucesso de Tododia (4 frutas vermelhas, 4 orquídea e 4 cereja e avelã). Acompanha uma charmosa embalagem com decoração exclusiva, que pode ser usado para diversos fins, como porta-objetos. Preço sugerido: R$ 36,90. Desse presente posso falar com propriedade, pois uso esses sabonetes há séculos e sou fã. Deixam a pele macia, cheirosa e são uma opção ótima pra quem, como eu, não é chegada nos sabonetes líquidos para banho.

Presente Natura Aquarela – Estojo de maquiagem composto por 4 sombras (1 preta, 1 azul-clara, 1 cinza e 1 azul-escura) de 1,2g cada e1 blush (rosa-escuro) de 5g, além de aplicador e espelho , ideal para carregar na bolsa. Acompanha uma embalagem de presente sacola P feminina. Preço sugerido: R$ 59,80

Presente Natura Tododia Cereja e Avelã – A fragrância de maior sucesso de Tododia, Cereja e Avelã retorna em um presente exclusivo para celebrar o Dia dos Namorados. O presente traz 1 desodorante hidratante corporal exclusivo 250ml que proporciona até 36 horas de hidratação, 1 creme hidratante para mãos e áreas ressecadas exclusivo 75ml e 1 creme desodorante hidratante de banho 200ml. Ainda acompanha uma embalagem de presente sacola G feminina. Também já usei esse produto e digo que o perfume é uma delícia. Preço sugerido: R$ 58,50

Presente Natura Amó Sussurro – O presente é composto por 1 desodorante colônia Amó Sussurro 75ml com decoração especial para o Dia dos Namorados e dois itens exclusivos com a mesma fragrância frutal e exótica da colônia. São 2 sabonetes em formato de coração de 90g cada e 1 desodorante hidratante corporal de massagem 100ml, fazendo um convite para o momento a dois. Acompanha uma embalagem de presente sacola G feminina. Preço sugerido: R$ 93,20

Presente Natura Ekos Encantos de Capitiú – O presente traz 1 essência Encantos de Capitu 85ml, 1 óleo de toque seco diferenciado e inovador de 200ml e 1 hidratante para mãos em versão prática de 40g. O presente acompanha uma embalagem de presente sacola G feminina. A linha Ekos da Natura também é uma das que sou fã. Tudo que experimentei até hoje é bom, especialmente os óleos de banho. Preço sugerido: R$ 113,70
 Presente Natura Miniaturas Femininas – O presente é composto por 4 miniaturas exclusivas das fragrâncias queridas de Kaiak e Águas. Em embalagens de 25 ml, ideais para levar na bolsa ou nécessaire, são elas: Águas desodorante colônia laranjeira em flor, Águas desodorante colônia jabuticaba, Desodorante colônia Kaiak e Desodorante colônia Kaiak Fluir. O presente acompanha uma embalagem sacola P feminina. Preço sugerido: R$ 102,00


Uma opção pra vocês curtirem juntos vem da Warner Home Video. No catálogo, estão clássicos como Casablanca e Uma Rua Chamada Pecado, além de sucessos como Um Conto do Destino e O Guarda-Costas, todos em Blu-Ray. Entre os lançamentos estão os vencedores do Oscar, Sniper Americano (disponível em DVD e Blu-Ray) e Interestelar (DVD/Blu-Ray).

Também têm as séries, como a primeira temporada de Looking (DVD) e a terceira de Girls (DVD) e o sucesso mundial Game of Thrones, que conta com a quarta temporada completa, além de um box das quatro primeiras temporadas, todas em versões DVD e Blu-Ray.

Voltando a falar da linha de beleza, temos opções também da Avon. Dessa marca, digo que sou fã das maquiagens, na qual encontramos bom preço e qualidade. Mas existem várias outras opções, como os perfumes. Para o Dia dos Namorados, a marca indicou:

FRAGRÂNCIA MUSK + MARINE 75 ML R$ 29,99

Marcante e moderna, a fragrância abre com uma saída cítrica combinada com notas aromáticas, evoluindo para um corpo floral fresco e um fundo amadeirado quente. Essa combinação, cria uma fragrância contrastante, que evoca e intensifica a energia do mar.

TOPO: A saída fresca e aromática traz notas efervescentes de Mandarina, Menta e Óleo de Gengibre da Índia que evocam o frescor natural e a vitalidade do oceano, proporcionando intensidade e energia para a fragrância.

CORAÇÃO: A floralidade fresca e intrigante é proporcionada pelas notas de Folhas de Violeta, Gerânio e Óleo de Lavanda Barrême. A combinação com a nota de Frutas Aquosas intensifica o frescor da fragrância.

FUNDO: O fundo da fragrância apresenta uma sensualidade intensa com as notas quentes de Âmbar e Musk. O Sândalo revela uma personalidade única para a criação.



FRAGRÂNCIA MUSK + FRESH 75 ML R$ 29,99


Uma fragrancia vibrante e intensa, com uma composição fresca e ousada. Inspirada na vivacidade de uma floresta tropical, combina notas frescas da saída, com um corpo marcante e um fundo robusto. Intensifica toda a essencia fascinante da natureza, o seu poder, energia e exotismo.

TOPO: A combinação das notas de Bergamota da Itália, Cardamomo Orpur ®, e Hortelã evidenciam o frescor e a vibração da natureza.

CORAÇÃO: As folhas de violeta e a flor de Gerânio passam masculinidade e personalidade. O toque de óleo de Canela Laos intensifica o coração da fragrância.

FUNDO: O fundo robusto é assinado pelas notas de Amber e Musk. A sensualidade masculina é evidenciada pela combinação das madeiras de Sândalo e Óleo de Patchouli da Indonédia.


Agora sinceramente, se você me perguntar: Liti, se você tivesse um namorado, o que você gostaria de ganhar? Eu te responderia sem pestanejar: uma viagem! Poxa tem coisa mais romântica eu viajar juntos e tem coisa mais maravilhosa que viajar, seja do jeito que for? Não, não tem.

Então, para eles ou elas, um presente que te faria sair em alto lucro – já que ele te inclui, seria uma viagem romântica. Se você está com a bola toda e tem um par pra lá de especial, que merece aquele mega presente (sem contar que o presente será pra você também, a MSC Cruzeiros anunciou roteiros com condições exclusivas para destinos no Mediterrâneo e no Norte da Europa.

Pelo Mediterrâneo Oriental, o MSC Magnifica e o MSC Poesia oferecem roteiros de até sete noites pela Itália, Grécia, Turquia e Croácia. O MSC Musica, por sua vez, percorrerá destinos do litoral italiano, navegando pela Grécia e Montenegro, enquanto o MSC Lirica realizará roteiros pela Itália, Grécia e Croácia. Nossa que tudo!

As opções pelo o Mediterrâneo Ocidental ficam a cargo do luxuoso MSC Divina, em roteiros de sete noites partindo de Civitavecchia/Roma para França e Espanha, passando por destinos monumentais como Florença, Palma de Mailorca e Cannes; e dos grandiosos MSC Preziosa e MSC Fantasia, com roteiros de sete noites, visitando destinos da Itália, França e Espanha.

Eu, phynna, a bordo do MSC Preziosa


Como experiência pessoal posso dizer que recentemente fiz um cruzeiro (bem mais simples, ok, ok) com a MSC, no MSC Preziosa, e achei tudo de bom.

Tem pânico do mar ou de gastar muito, mas gostou da ideia da viagem? Opção não falta né minha gente! Aqui mesmo no Resenhas Femininas você pode encontrar estas dicas que valem também por Dia dos Namorados. http://resenhasfemininas.blogspot.com.br/2015/06/feriadao-que-tal-sc.html

Outras opções:
Comemorar o Dia dos Namorados na capital paulista, no sofisticado e contemporâneo Hotel Radisson Faria Lima. Regados a muito luxo e conforto, os apaixonados poderão ainda desfrutar de um jantar especial no Restaurante Badebec, com um menu criado pela renomada chef Lourdes Bottura. Mais informações: www.radissonfarialima.com.br

Opção pra lá de romântica com esse frio é viajar de carro pelas belas paisagens da Serra Gaúcha. A região que tem o charme da colonização europeia, além de muitos hotéis deliciosos, boa gastronomia e opções diversas de lareira pra curtir bem juntinho... ;)

Se você está pensando em um presente tecnológico, a Samsung tem os recém-lançados Galaxy S6 e S6 Edge. Pra quem adora encher o face de selfies, os smartphones Galaxy A e Galaxy Gran Prime possuem câmeras ideais e podem ser adquiridos na cor dourada, caso seu namorado não seja muito discreto.

E para aqueles que adoram música, a Linha Level possui opções para curtir uma trilha sonora a dois. Vale a pena também conferir a nova loja Samsung Online http://shop.samsung.com/br, lá você encontrará diversos produtos, além de poder conferir todas as especificações para efetuar a melhor compra.

Tudo muito lindo, mas não podemos esquecer que estamos em temos de alerta (porque me recuso a usar aquela palavra com C), então lá vai umas dicas pra economizar na hora de presentear.

1 - Deixar para comprar na última hora não é uma boa opção. Além de encontrar lojas cheias e poucos modelos, você corre o risco de pagar mais caro em um item que estava mais em conta dias antes. Procure escolher o presente nos primeiros dias de Junho e aproveite o seu salário do mês para de preferência realizar o pagamento à vista - o que pode render algum desconto no balcão.

2 - Se a ideia é sair para jantar e conhecer um restaurante novo e romântico, a tecnologia pode ajudar. Uma maneira de economizar – tempo e dinheiro - é recorrer aos aplicativos de reservas. O app Grubster, por exemplo, disponibiliza mesas em mais de 300 restaurantes de São Paulo e garante 30% de desconto no valor final da conta - com total descrição e sem precisar de vouchers ou cupons de desconto. O desconto virá automaticamente por meio do nome da pessoa que fez a reserva.

3 - Se a ideia do presente perfeito não deu certo, cartinhas e mimos criativos não são caros e podem agradar muito. Organize-se, por exemplo, para dar um botão de rosa junto com um bilhetinho logo pela manhã. Se vocês forem se encontrar apenas a noite, mensagens fofas de celular ajudam a deixar o clima mais romântico durante o dia. Um ursinho com um laço e até mesmo um bombom colocado escondido dentro da bolsa podem render surpresas gostosas no dia dos namorados. Deixar um vinho e as taças preparadas em casa ajudam a fechar a noite com chave de ouro.

De resto, minha filha, só posso te dizer pra você usar sua criatividade. Afinal, com criatividade e amor, não há quem não consiga garantir um Dia dos Namorados pra lá de bom (se é que você me 
entende). E feliz Dia dos Namorados!!!






sexta-feira, 5 de junho de 2015

Florianópolis sedia a 7ª temporada da Confraria do Vinho Itapema

O inverno em Florianópolis está chegando – percebe-se pelo insuportável frio -, mas há quem diga ele tem lá seu charme, embora eu particularmente prefira a alegria do verão. Mas enfim, não é sobre isso que estamos falando.

Voltando à vaca fria, começa mais uma temporada da Confraria do Vinho Itapema, realização da rádio Itapema na charmosa Alameda Casa Rosa. O evento, que anualmente reúne apreciadores de vinhos e da boa gastronomia, apresenta novidades para esta 7ª temporada, que vão desde a participação de novos patrocinadores ao calendário de encontros, que será estendido até setembro.

A noite de estreia já tem data confirmada: 12 de junho - aproveitando o clima do Dia dos Namorados, para dar aquele clima pros apaixonados (correspondidos no caso). Para este jantar especial, o chef da Alameda Casa Rosa, Alex Floyd, preparou um cardápio à base de frutos do mar, com pinceladas da gastronomia europeia. Destaque para o prato "Camarão empanado com coco, tapioca e vinagrete de abacaxi" e a tradicional sobremesa inglesa "Stick Toffee Pudding", um pudim caramelizado de tâmaras. Credo, só de escrever engordei uns 10 quilos, mas que deve ser bom deve.

Outro destaque desta temporada é a chegada de novos patrocinadores, como a rede Café Cultura, que levará sua expertise em cafés para o cardápio de cada um dos encontros; o Padeiro de Sevilha, renomada padaria de Florianópolis, que terá uma participação ativa com pães e doces; e a Brognoli Negócios Imobiliários, que comemora 60 anos de atividade na cidade, como um dos principais nomes do seu segmento.

Empresas estas que passam a somar ao lado da Decanter, responsável por harmonizar as delícias dos cardápios com seus rótulos de vinho especiais. Os encontros também terão sorteios de obras do artista plástico Luciano Martins, decoração da Flor de Liz e degustação de ostras do restaurante Ostradamus.


Os ingressos para o primeiro encontro desta temporada da Confraria do Vinho 2015 podem ser adquiridos através do site www.itapemafmsc.com.br, ou nos patrocinadores. Mais informações sobre o calendário e os pontos de venda no blog do evento: http://wp.clicrbs.com.br/confrariadovinho/. O segundo encontro está confirmado para o dia 25/06.

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Transparências e medo

Hoje resolvi, ainda que me arriscando a levar tomatadas na cara, me aventurar a escrever sobre um assunto que eu não entendo nada, mas nada mesmo. Vou falar de moda, mas preciso que você entenda que não estou aqui querendo dizer o que é certo ou errado pra se usar seja onde for.

Vou escrever este post apenas porque tenho duas coisas:

1- Olhos;
2-Opinião.

Deu, acabou. Tenho essas duas coisinhas e então vou dar minha opinião sobre coisas que meus olhos veem. E meus olhos têm visto, com alguma preocupação,  as transparências. 

As transparências viraram uma febre entre as celebridades e estão em todos os tapetes de todas as cores. O que me preocupa nisso, porém, é que as transparências podem começar assim:

Taylor Swift

E terminar assim:

Danielle Winits

Sentiu o problema? Você pode sair um dia com um lindo vestido sensual incrementado com a transparência e, no outro, achar que tudo bem roubar uma calçola na gaveta da sua avó e jogar uma renda por cima. Pra tapar os peitos é só fazer um tribal demoníaco de purpurina e pronto, seguimos para o tapete vermelho (bom, azul no caso). 
Mas o que eu fiquei mais intrigada no caso do modelito da Dani é que roubaram uma manga dela no caminho da festa. Eu poderia até achar que foi uma louca que arrancou pra jogar por cima de alguma calçola, mas fiquei sabendo que os roubos e ataques de celebridades a caminho do tapete vermelho estão se tornando um problema de saúde pública. 

Geri Halliwell


Veja esse caso, por exemplo. A bichinha foi assaltada bem na porta da festa e não teve nem tempo de arranjar alguma coisa pra cobrir a bunda, que ficou de fora. Uma lástima. 

Sabrina Sato

Já a Sabrina, coitada, estava indo tranquila pra balada e roubaram a blusa. A gata teve que puxar a saia pra cima pra esconder as peitholas. Triste a insegurança hoje em dia. Fora que dizem por aí que roubaram também a calcinha da moça.

Sharon Stone

Já a Sharon teve a parte de baixo de sua blusa arrancada e ficou só com o forro da metade pra baixo, sem contar que, de quebra, roubaram o sutiã. 

Erin Wasson

Mas o caso mais grave de violência a caminho do tapete vermelho foi este, sem dúvida. Rasgaram a blusa da criatura pela metade, além de esfarrapar a saia e, de quebra, roubaram até os peitos da coitada. Triste. 

Mas, sabe, olhando alguns dos looks mais recentes, percebi que o red carpet está ficando muito parecido com o carnaval do Rio. Observe:

Rihanna
Luma de Oliveira

Rihanna, por exemplo, sem um pingo de originalidade, resolveu imitar a musa das musas dos peitos de fora, Luma de Oliveira. Mas não é só ela que anda fazendo isso.

Jennifer Lopez


Lembra, não lembra?

E olha, minha gente, vou dizer pra vocês, eu não estou aqui dizendo que a Jennifer Lopez não é divina, linda, diva e nem estou com inveja do corpão dela. Mentira, estou sim, mas não é por isso que a transparência me incomoda. É a situação entende? É o local em que nós esperamos ver coisas inspiradoras como esta:

Jennifer Lopez

E acabamos encontrando algo tipo isso:

Jennifer Lopez

Aí você vai dizer: ah Liti, mas a Jennifer Lopez. está linda! Ao que eu respondo: não ela não está, Ela é linda, o que é muito diferente. Ela não ficaria feia nem com... bem, com este vestido. 

Mas a parte boa é que quando olhamos pra isso:

Kim Kardashian

Percebemos que Jenni está só acompanhando a tendência de imitação à Luma de Oliveira.


Beijinho no ombro!

E sei que corro o risco de ser apedrejada em praça pública, mas vou falar dela também:

Beyoncé

Eu não vou dizer o que acho desse vestido no red carpet, ou em qualquer evento que não seja com duas pessoas entre quatro paredes. Mas isso é uma opinião minha. Cada um usa o que quer, onde quer. No entanto, mesmo que divando, como tantos acharam, Beyoncé ainda assim estava mais uma vez fazendo o que todo mundo fez. 

Luma de Oliveira

Isso mesmo, usando um modelo livremente inspirado na nossa musa, Luma de Oliveira. 

Mas esse negócio de imitar as brasileiras começou antes de Riahanna, Beyoncé e J. Lopez usarem Luma como inspiração. Afinal de contas, você sabe quem começou com essa coisa de transparência? Não? Vou te contar com exclusividade. A culpada é...


Isso mesmo! Nanda Costa. 

Olha as imitações:

Alice Dellal

Lea Michele

Assustador, né gente? E estou falando no sentido literal. O difícil mesmo é entender como alguém pode imitar um modelito tão terrível como esse da Nanda. Eu hein!

E ainda tem esse vestido:

Jaimie Alexander

Peraí gentemm, eu to reconhecendo esse vestido!


Isso mesmo, é aquele vestido do desastre da internet, da moça que comprou o vestido num site! Bom, as famosas podem até causar suas polêmicas com as transparências, mas para nós, mortais, é bom lembrar de não fazer isso em casa. Ou não... Afinal, que cada um seja feliz!!! 

É a liberdade tomando conta do red carpet e da vida! Até roubar a colcha da cama da bisavó e fazer uma fantasia de omelete tá liberado!!!

Rihanna

Pegar um tuli da fantasia da apresentação da festa da primavera de 1985 e jogar um crepom imitando umas pétalas de rosa por cima também rola.

Julie Atlas Muz



E pra terminar este post bem feliz, eu deixo o registro de alguns modelos que já passaram pelos tapetes vermelhos da vida, e deixaram saudades.

Angelina Jolie

Anne Hathaway

Audrey Hepburn


Jessica Alba

Nicole-Kidman

Nina Dobrev

Angelina Jolie


Fotos Getty Images e Divulgação