domingo, 14 de junho de 2015

Um pouco de poesia



Lembrando que este blog tem um pouco de tudo, um pouco de poesia para uma noite de domingo.



Tudo

Eu não sou da noite
Eu sou do dia e é as claras que eu vivo muito

Eu não sou da modéstia,
Eu sou do exagero e é aos goles largos que eu sinto o mundo

Eu não sou da segurança,
Eu amo a liberdade e a liberdade me faz segura

Eu não sou das coisas elaboradas,
Eu gosto da simplicidade e o que é simples me fascina

Eu não sou do amor,
O amor é meu e é amando que eu conheço a vida

Eu não sou da matéria,
Eu vivo nas ideias e a imaginação é o meu impulso

Eu não sou do muito,

Eu sou do pouco e de pouco em pouco, eu tenho tudo.